PROCURAR  
Hoje é 19 Set 2018, 15:05

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas [ DST ]




Criar novo tópico Este tópico está trancado, você não pode editar mensagens ou enviar respostas.  [ 6 Mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: 31 Ago 2012, 00:41 
Baalzebul, Lorde do Sétimo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
04 Dez 2002, 01:19

Mensagens:
5289

Localização:
S.Roque - SP
- “Se você quer cravar seu nome nos umbrais dos planos superiores, você deve peregrinar. Encontre aqueles que precisam de sua ajuda e ajude-os

A frase de seu antigo mentor fazia todo o sentido e Keothi partiu dos salões de granito do seu templo para peregrinar, na cabeça do jovem clérigo aquilo o levaria a defender vilas, combater vilões e conhecer heróis. Mas ele não havia imaginado que a realidade seria tão diferente.

As coisas que ele encontrou pelo caminho eram muito mais mundanas. Após ajudar uma fazenda de abóboras a combater uma praga de gafanhotos gigantes, ele passou alguns meses ajudando na reconstrução de uma ponte ao sul de Águas Profundas, e agora estava as margens do Rio Cinzento, vivendo a quase dois meses em uma comunidade de halflings, ajudando a comunidade itinerante a se recuperar de um ataque de xvarts que havia sofrido.

Praticamente todas as carroças estavam recuperadas e a comunidade já estava a caminho do Vau da Adaga, para comercializar alguns produtos.

A parada em Vau da Adaga era algo que Keothi aguardava a dias, aquela comunidade seria um ponto de parada para o clérigo, e ali ele poderia escolher com mais calma para onde iria a seguir, e haviam muitos anões vivendo ali, poder estar entre seu povo era sempre uma alegria para o, normalmente fechado, clérigo.

Enquanto Keothi seguia caminhando ao lado de uma das carroças com seu machado nas costas, Fisco Luppin, o ancião halfling se aproxima dele montado em Fininho, um sabujo velho e obeso.

- “E então Keothi, estamos chegando ao Vau da Adaga. O que você pretende fazer chegando lá? Tem parentes por aquelas bandas?

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 06 Set 2012, 17:01 
Baalzebul, Lorde do Sétimo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
04 Dez 2002, 01:19

Mensagens:
5289

Localização:
S.Roque - SP
[Post jogado com o Biguá via mail]

Keothi pensa na resposta por um instante e diz:

- “Vou até o templo de Moradin, se tiver um na cidade, quem sabe eles tem alguma informação que seja útil para mim

O Halfling responde prontamente

- “Não será problema, a cidade é de origem anã, você deve encontrar muito conterrâneos seus por lá

Chegando na cidade Keothi tem uma grata surpresa, a arquitetura do local é anã em sua maioria e é possível ver pelo menos meia dúzia de anões pelas ruas assim que chega a cidade.

Após se despedir da caravana que havia acompanhado, o anão anda pela cidade até chegar ao templo de Moradim, ao entrar ve que o local é muito bem cuidado, feito de pedras largas e muito bem cortadas, os bancos de pedra característicos lhe trazer boas recordações e ao fundo uma imagem de Moradim em granito cinza escura é iluminada por algumas velas grossas.

Keothi senta em um dos bancos e ora por algum tempo, ao final da sua oração nota que um clérigo local o esta aguardando. Keothi se levanta e vai até ele, que percebe o símbolo sagrado de Clangeddin de Keothi e diz:

- “Bem vindo viajante. Fico feliz em ver um dos clérigos de Clangeddin presentes em nosso salão, o que o trás ao Vau da Adaga?

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 09 Set 2012, 15:14 
Kobold/Poodle
Offline

Data de registro:
02 Jan 2010, 12:22

Mensagens:
55
Vou rezar para Clangeddin e descansar(meditando).

Quando o clérigo se aproximar e puxar assunto vou responder.


" Bom dia Senhor, estou indo para onde Clangeddin me mandar para ajudar quem estiver necessitado.
E como anda esta cidade, com estás construções estou me sentindo em casa e o senhor pode me indicar alguma taverna que eu possa ficar?"


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 10 Set 2012, 14:33 
Baalzebul, Lorde do Sétimo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
04 Dez 2002, 01:19

Mensagens:
5289

Localização:
S.Roque - SP
O anão que recebe Keoyhi sorri ao ouvir suas palavras e lhe responde:

- “Sim, sim... a cidade tem uma forte herança anã

- “O forte principal foi feito pelos clãs anões do sul, é uma estrutura forte e resistência, nos orgulhamos dele

- “Se você busca ajudar as pessoas, talvez o Váu da Adaga não seja o local que você procura. Felizmente vivemos temos de paz aqui, uma benção. Mas alguns grupos estão se dirigindo para Águas Ruidosas, ao norte, me parece que a cidade tem tido problemas com alguns selvagens, goblins e orcs eu acho

- “E se quiser uma refeição quente e uma boa cerveja anã, aconselho que vá até o Retorno do Dragão, próximo a praça da cidade

Keothi se lembra que a caravana fluvial que estava acompanhando iria continuar subindo o rio, talvez chegassem até esta cidade que o clérigo de Moradim havia falado.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 10 Set 2012, 21:10 
Kobold/Poodle
Offline

Data de registro:
02 Jan 2010, 12:22

Mensagens:
55
" Eu gostaria de sua benção Clérigo, pois vou até esta cidade que o Senhor me falou e muito obrigado pela informações''

Vou me levantar e me dirigir até a taverna.

Sempre andando muito esperto, com pessoas que ficam me olhando muirto.

Quando chegar na taverna, vou me alojar,tomar um banho, beber, comer e descançar no outro dia vou a procura da caravana dos Halfling.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
MensagemEnviado: 13 Set 2012, 01:25 
Baalzebul, Lorde do Sétimo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
04 Dez 2002, 01:19

Mensagens:
5289

Localização:
S.Roque - SP
O clérigo olha com bons olhos para Keothi e diz estendendo a mão em direção ao peito do anão

- “Que o martelo de Moradim forje sua fé, que sua sabedoria guie seu caminho, que seu escudo o proteja

Keothi agradece e vai em direção a praça, buscando a taverna indicada. Ao chegar não tem muita dúvida que a encontrou, a arquitetura de sua base era anã com certeza, pedras largas e bem esculpidas, mesmo a parte superior sendo de madeira.

Dentro do local um crânio de dragão se encontrava pendurado sobre o salão central, várias bandeiras e escudos ornamentavam as paredes.

Keothi se senta sozinho em uma das mesas e fica ali por mais de uma hora, comendo um bom pedaço de leitão com pinhões, empadão de carne salgada e cerveja anã. Nada como a boa e velha cerveja anã, escura e encorpada.

Ao final da noite Keothi pede um quarto simples que lhe é dado como presente por esta noite, pelo dono da taverna, um anão de barba branca com um nariz largo e chato repleto de veias.

A noite do clérigo é tranquila e revigorante, recuperando boa parte do seu animo.

Na manhã seguinte ele volta ao ponto onde havia deixado os halflings no dia anterior, e lá estavam eles, arrumando sua pequena vila flutuante para seguir rio acima.

[Segue no post: Remando contra corrente]

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Organizar por  
Criar novo tópico Este tópico está trancado, você não pode editar mensagens ou enviar respostas.  [ 6 Mensagens ] 

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas [ DST ]


Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante


Você não pode criar novos tópicos neste fórum
Você não pode responder tópicos neste fórum
Você não pode editar suas mensagens neste fórum
Você não pode excluir suas mensagens neste fórum
Você não pode enviar anexos neste fórum

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group
Traduzido por phpBB Brasil