PROCURAR  
Hoje é 18 Ago 2018, 14:16

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas [ DST ]




Criar novo tópico Este tópico está trancado, você não pode editar mensagens ou enviar respostas.  [ 35 Mensagens ]  Ir para a página Anterior  1, 2
Autor Mensagem
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 05 Mai 2014, 22:32 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
O plano de Malgath correu bem por aproximadamente sete segundos antes que o meio-elfo pisasse em uma tábua particularmente mal encaixada no chão. Com um rangido digno de competir com os roncos de Dio, O Mateiro acusava a presença de um intruso.

Ainda assim, o que faltava em sutileza para Vesryn sobrava em agilidade corporal para ostentação. Com um manobra rápida de corpo, o espadachim se lança para uma das camas e rapidamente se cobre, torcendo para o melhor. Em questão de segundos, os dois guardas -- trajados e equipados de forma semelhante aos vigias da porta -- entram no quarto, as lanças apontadas perigosamente próximas do corpo do intruso.

"Você, se levante. Devagar, sem truques!"

Edit: erros de português.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 06 Mai 2014, 02:37 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
Sem tempo pra pensar. A jogada teria de continuar. Ainda se cobrindo, Malgath aperta os olhos, simulando a cara de alguém que recém foi acordado.

[Malgath] Mas... mas... o que está acontecendo? Por que estão invadindo o quarto? Oh, não estou devidamente vestido para me levantar, senhores!

O corpo levemente virado para os guardas ainda se cobria. Apesar de erguer o tronco, as cobertas ainda se mantinham cobrindo-o até o pescoço.

--------

[OFF]:

Código:
Bluff
6+5=11


Bluff, bluff, bluff, the stupid guards...

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 12 Mai 2014, 18:37 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
O corpo de inquisidores, no geral, não compartilhava da incompetência típica das instituições milicianas com que Malgath ou qualquer outro mercenário estava acostumado a lidar. A seriedade no rosto dos dois soldados e suas rígidas posições de combate permitiam que Vesryn os identificasse como combatentes treinados. Talvez não tão competentes quanto o próprio espadachim, mas certamente mais letais do que um membro da milícia de Gancho Rubro ou as várias companhias mercenárias irregulares que compunham a polícia de Vaggio.

"Senhor, só pedirei apenas mais uma vez: por favor, levante-se devagar", repetiu um dos soldados enquanto o outro, mais próximo da porta, gritava pelos outros dois homens postados na entrada d'O Mateiro.

Diferentemente do esperado, contudo, o chamado do guarda nos pisos superiores é respondido com outros gritos de convocação, dessa vez vindo dos andares inferiores. Os dois guardas se entreolham por um breve segundo e um novo grito do guarda no térreo os coloca em movimento. Enquanto um dos homens recua em direção à porta, tateando algo em seu trinco, o outro mantém sua postura firme contra Mal. Após retirar a chave da fechadura, o primeiro homem se move de costas para a saída, sendo acompanhado pelo segundo com cautela.

"Permaneça aqui, senhor", ele ordena com uma voz ríspida e irritada.

A porta se fecha e o som da fechadura sendo trancada por fora segue logo em seguida. Na rua, algum tipo de comoção ocorria, mas o ângulo de visão da varanda não permitia perceber o que. Outras pequenas varandas, contudo, ainda estavam acessíveis, assim como o muro da rua.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 13 Mai 2014, 12:27 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
Rolando os olhos pela falha completa da interação entre a mentira e a seriedade dos enlatados, Malgath larga os lençóis e ajeita seu armamento. Alguma confusão estava rolando, e era hora de ir até a próxima varanda para tentar ver o que diabos estava acontecendo.

Mas não sem antes tentar prestar mais atenção aos sons. Não queria entrar em um combate de forma inesperada e atrapalhada.

---------

[OFF]:

Independente do resultado do Listen, vou até a próxima varanda para que consiga ver o que tá acontecendo.

Código:
Listen
1+2=3


Está permitido tocar The Sound of Silence.

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 13 Mai 2014, 12:44 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
off - Stephan, para agilizar me dá um Escalar ou um Saltar, o que for mais alto. Se preferir, o Malgath pode pular de voltar pra rua e tentar alcançar outra varanda do segundo andar com a mesma facilidade que alcançou na primeira vez. Mas acessar o terceiro andar pavimento vai exigir um dos dois testes.

O Vesryn não ouviu nada de relevante, a propósito. :p


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 14 Mai 2014, 00:43 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
[OFF]:

Vou de Escalar, que tenho -3. Meu Jump é -7.

Código:
Climb
4-3=1


errrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

Silerleaf escreveu:
O Vesryn não ouviu nada de relevante, a propósito. :p


who would've guesses

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 19 Mai 2014, 18:02 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
Caído de costas para o chão, Malgath poderia aproveitar a agitação dos gritos e xingamentos na rua frontal d'O Mateiro para contemplar sua falta de sorte nos eventos que o levaram até ali. Estirado no espaço entre o muro d'O Mateiro e a parede lateral do estabelecimento, o espadachim se levantou devagar, não sem antes constatar que ele muito provavelmente estaria bastante dolorido pela manhã. A poucos centímetros do local de sua queda, um arbusto decorativo e macio jazia intacto pela meteórica descida do meio-elfo, bem ao lado do chão de pedra onde ele aterrissara.

O barulho na rua se intensificou e havia alguma certeza de que os homens da guarda inquisitória gritavam ruidosamente com um grupo de crianças, que por sua vez não poupavam criativas e coloridas ofensas verbais para os homens.

Analisando a situação com cautela, Malgath reparou que, mais a frente, uma escada lateral e estreita dava novamente acesso ao segundo andar do prédio. Com certeza, uma estrutura daquele tamanho não deveria ser desprovida de uma porta dos fundos, também, ponderou.

Sentado em um meio muro do lado de fora do estabelecimento, o mesmo garoto cujo silêncio havia sido comprado há poucos minutos observava curioso as ações do dolorido espadachim por entre as grades da porta de ferro.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 19 Mai 2014, 21:57 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
"Nota mental: não tentar escalar. Mãos de esgrima não são mãos de marinheiro."

Malgath podia jurar que algo estava ajudando-o. Quem sabe a Dama dos Sonhos. Nunca uma sucessão de erros trazia novas oportunidades como essa atrapalhada manhã.

Seguindo em direção à escada lateral, o meio-elfo só pensa num antigo ditado:

"Na terceira tem que dar."

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 20 Mai 2014, 16:11 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
off- Stephan, a porta no final da pequena escada está trancada. Se o Mal quiser força-la, vou precisar de um teste de Força.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 21 Mai 2014, 00:36 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
"Ou na quarta."

----------

[OFF]:

Código:
Teste de Força
19+0=19


Aeeeeeeeeeee carai

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 23 Mai 2014, 17:34 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
Malgath força a pequena porta na varanda com um ruído leve. Se ele ainda confiasse na própria sorte após os eventos de hoje, não seria absurdo crer que os guardas da Fé, em meio a gritos na saída oposta de onde o espadachim estava, desconheceriam sua invasão.

O cômodo em que ele se encontrava agora era obviamente um quarto da estalagem, mas ocupado por fronhas, colchões e travesseiros sobressalentes. A porta do corredor estava aberta e a luz que entrava pelas costas do meio-elfo iluminavam um corredor com várias portas, provavelmente passagens para outros dormitórios e salas de reunião privadas. Em uma de suas pontas, próximo ao cômodo em que ele se encontrava, uma escada descia para o andar térreo enquanto, do lado oposto, outra subia para o terceiro pavimento.

off- Stephan, me fala se o Mal vai subir, descer, explorar os quartos ou rolar outro 1 natural que eu respondo ainda hoje os resultados. : )


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 24 Mai 2014, 17:58 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
[OFF]:

Ele vai tentar ouvir qualquer fonte de som do lado de dentro do Mateiro. Listen para procurar pessoas conversando, gritando, entre outros.

Código:
Listen:
19+2=21


19, BITCHES!

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 26 Mai 2014, 15:40 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
O Mateiro estava silencioso, ainda que a algazarra na rua parecesse ter diminuído. Talvez os guardas, suficientemente irritados, deram perseguição aos seus interlocutores. Ou, pior, eles apenas tenham se livrado do problema e retornariam em instantes para dentro da estalagem.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 27 Mai 2014, 01:14 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
[OFF]:

Mal vai pra cima. Seja lá onde isso for.

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Prólogo] Malgath
MensagemEnviado: 30 Mai 2014, 18:19 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
off- Stephan, estou esperando o Fring para (talvez) entrarmos no Capítulo I. : )


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Organizar por  
Criar novo tópico Este tópico está trancado, você não pode editar mensagens ou enviar respostas.  [ 35 Mensagens ]  Ir para a página Anterior  1, 2

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas [ DST ]


Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante


Você não pode criar novos tópicos neste fórum
Você não pode responder tópicos neste fórum
Você não pode editar suas mensagens neste fórum
Você não pode excluir suas mensagens neste fórum
Você não pode enviar anexos neste fórum

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group
Traduzido por phpBB Brasil