PROCURAR  
Hoje é 24 Out 2018, 03:12

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas [ DST ]




Criar novo tópico Este tópico está trancado, você não pode editar mensagens ou enviar respostas.  [ 41 Mensagens ]  Ir para a página 1, 2, 3  Próximo
Autor Mensagem
 Assunto do Tópico: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 18 Set 2014, 12:45 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
Sven e Saph avançaram por entre a multidão cacofônica que compunha a zona comercial de Vaggio da melhor forma que podiam. Ainda que o caminho indicado pelas crianças -- e supondo que elas haviam dito a verdade -- fosse o único destino lógico para suas presas, uma certa apreensão latente surgia a cada rua deixada para trás.

Enquanto isso, Malgath e Melissa se mantinham em seu casual encontro com a culinária típica de Vaggio. Assim como a maior parte das coisas naquela grande favela, seria melhor não questionar demais a procedência da comida que repousava em seus pratos.

Houve, claro, uma inevitável surpresa da parte do mateiro e do pequeno padre ao se deparar com aquela situação: o casal, visivelmente, não se comportava como fugitivos. Conversavam despretensiosamente durante mais um almoço. Como haviam sido informados por seus pequenos interlocutores, a moça tinha longos cabelos escuros e boa aparência, enquanto o rapaz vestia uma armadura de couro levemente suja de terra e estava, obviamente, armado.

off - não sei exatamente como vocês querem resolver isso. Vou supor, que a princípio, vocês vão tentar testes de perícias relevantes, então quem quiser, rola.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 18 Set 2014, 13:32 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
[OFF]: Malgath só tá comendo vorazmente.

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 18 Set 2014, 23:02 
Baalzebul, Lorde do Sétimo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
04 Dez 2002, 01:19

Mensagens:
5291

Localização:
S.Roque - SP
Sven olha incrédulo para a cena e diz para Browntook:

- "Se eles estão fugindo de algo, devem ser ou muito bons ou muito ruins... ninguém para fazer um lanche quando se esta sendo perseguido"

Pensando por um instante completa:

- "Talvez seja melhor você se aproximar deles. Eu fico na retaguarda e garanto sua segurança."

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 19 Set 2014, 09:09 
Dragão Cobre
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
16 Fev 2003, 15:23

Mensagens:
2651

Localização:
Belo Horizonte - MG
Off: já que eu não estou esperando ninguém, vou continuar na boa para ver o que acontece.

_________________
"Deixa lá dizer Pascal que o homem é um caniço pensante. Não; é uma errata pensante, isso sim. Cada estação da vida é uma edição que corrige a anterior, e que será corrigida também, até a edição definitiva, que o editor dá de graça aos vermes."
- Memórias Póstumas de Brás Cubas


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 19 Set 2014, 10:24 
Guerreiro Orc
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
25 Jul 2012, 18:51

Mensagens:
345

Localização:
Brasília/DF
O padre dá uma seca na mulher e fala pro mateiro: "proximar? Pó deixá...vou chegá juntinho daquela alí!"
O zingari caminha em direção da mesa e antes de sentar, chama lá pra dentro: "ooo de casa! ainda tem comida pra uma necessitado?"
O padre cumprimenta o casal com um aceno de cabeça, enquanto se senta esperando a matrona.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 19 Set 2014, 12:18 
Dragão Cobre
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
16 Fev 2003, 15:23

Mensagens:
2651

Localização:
Belo Horizonte - MG
Percebendo a aproximação do Padre, Melissa olha discretamente a seu redor e vê também seu companheiro. Ela acena para o zingari gentilmente e com um sorriso, mas pensa consigo mesmo: "Puta merda, será que a Igreja já alcançou a gente? Espero que não."

Sentada ao lado de seu companheiro Malgath, Melissa coloca a mão direita em sua coxa enquanto afaga seus cabelos com a mão esquerda, como se ambos não fossem mais do que um casal. Aproximando sua boca do ouvido do espadachim, ela sussura: "Não sei quem são esses dois e se eles querem alguma coisa conosco, mas vamos fingir que nada está acontecendo. E vamos ficar prontos para lutar ou fugir."

A jovem espiã olha ao seu redor com olhar de apaixonada, enquanto procura algum acontecimento que poderia justificar uma saída repentina do local.

Por um momento, a referência que a dona do estabelecimento fizera a um padre zingari passa pela cabeça de Melissa, mas porque ela não sabe se esse é o tal Padre Brontwook e se ela pode confiar nele, ela prefere se manter atenta.

_________________
"Deixa lá dizer Pascal que o homem é um caniço pensante. Não; é uma errata pensante, isso sim. Cada estação da vida é uma edição que corrige a anterior, e que será corrigida também, até a edição definitiva, que o editor dá de graça aos vermes."
- Memórias Póstumas de Brás Cubas


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 19 Set 2014, 13:08 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
Arregalando os olhos pela absurda surpresa do que estava acontecendo, Malgath segura o quase engasgue de um pedaço de milho.

Aproveitando a distração, o meio-elfo solta de leve seu florete da bainha com uma das mãos. Se esse cara se aproximar demais, Mal poderia sacar sua arma com velocidade o suficiente para criar distância entre eles.

[OFF]: Ready Action. Quick draw mothafucka!

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 19 Set 2014, 15:58 
Guerreiro Orc
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
25 Jul 2012, 18:51

Mensagens:
345

Localização:
Brasília/DF
Enquanto aguarda a matrona, o Padre se dirige ao casal: "entom-se crianças, como vai as coisa?"
Vendo a mão da mulher na perna do homem, um desanimo lhe bate: "ixi...a gatona tem dono"
Enquanto aguarda a resposta, examina os dois sujeitos por algum sinal da doença que o velho falou.

Citação:
[off]
spot/observar
1d20+5 → [11,5] = (16)
http://invisiblecastle.com/roller/search/1491779
[/off]


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 20 Set 2014, 00:56 
Baalzebul, Lorde do Sétimo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
04 Dez 2002, 01:19

Mensagens:
5291

Localização:
S.Roque - SP
Sven se senta próximo ao padre, mas não diz nada.
Seus olhos correm por toda a cena, vendo a aproximação da jovem com o sujinho e a reação, ainda que discreta dele.

- "São eles mesmos, ela esta cabreira e ele também. É bom o padre manter distância nessa conversa e usar o sermão dele para ganhar alguma confiança."

- "E ainda bem que falei para ele conversar... se fosse eu era bem capaz desse maluco tentar me atacar"

Sven esboça um leve sorriso para si mesmo, mesmo que breve, como recompensa pelo seu bom senso.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 20 Set 2014, 12:51 
Dragão Cobre
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
16 Fev 2003, 15:23

Mensagens:
2651

Localização:
Belo Horizonte - MG
Melissa fica em dúvida como deve se portar. Ao invés de dirigir-lhe um olhar de poucos amigos, como pretendera, originalmente, fazer, ela olhou para ele curiosa.

- Bom dia, padre. Que cena curiosa... nunca tinha visto um padre zingari antes, e olha que conheço todo o tipo de gente nesse mundo. Se me permite perguntar, o que a Santa Sé faz nessas regiões do pântano acompanhada de um caçador? - A espião olha rapidamente em direção a Sven - Eu achava que, neste momento, a Igreja estava muito mais preocupada com os acontecimentos da Cidade Amarela.

Off: Siler, tendo em vista que a Melissa é uma espiã e sabe o que se passa no mundo e levando em consideração que a história se passa mais ou menos na época do PBF de Carcosa, vou pressupor que a Melissa sabe, mesmo que sem detalhes, que a Melissa sabe que alguns conflitos envolvendo a Igreja estão acontecendo na região. Se você achar que não convém, é só me falar.

Não vou jogar nenhum para descobrir a intenção do Sapp, porque acredito que você não queira que rolemos muitos dados um contra o outro. À medida do possível, vou levar em consideração o que ela poderia saber só de ver ele e o que não.

_________________
"Deixa lá dizer Pascal que o homem é um caniço pensante. Não; é uma errata pensante, isso sim. Cada estação da vida é uma edição que corrige a anterior, e que será corrigida também, até a edição definitiva, que o editor dá de graça aos vermes."
- Memórias Póstumas de Brás Cubas


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 20 Set 2014, 16:10 
Baalzebul, Lorde do Sétimo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
04 Dez 2002, 01:19

Mensagens:
5291

Localização:
S.Roque - SP
Sven abre a boca para falar em resposta a Melissa, mas ele sabia que oque quer que falasse, poderia ser entendido da maneira errada, era melhor deixar o padre levar a conversa adiante.

Melissa nota que o mateiro fez menção em lhe responder, mas havia desistido.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 23 Set 2014, 13:41 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
Os dois homens que interagiam com Melissa e Malgath formavam uma dupla curiosa: o zingari vestia a bata preta com detalhes esverdeados típicos da Fé e era, provavelmente, o primeiro e único padre halfing que o espadachim e a espiã já haviam visto (ou veriam) na vida. O outro homem, visivelmente um caçador, tinha um ar taciturno e poderia perfeitamente passar despercebido como mais um comerciante de peles e plantas da cidade, não fosse a extensa queimadura que cobria metade de seu rosto.

A anfitriã da pequena pocilga parece animada em ver Browntook. Saph sabe que aquela roliça matrona era uma devota particularmente fervorosa da Fé e figura batida nos pequenos cultos que ele eventualmente se via obrigado a conduzir.

"Reverendu Browntook! I num é qui 'cabei di fala do sinhô? Essi casal tãum cum um problema com os brejero i eu dissi qui talvez o sinho pudia di ajuda elis!"

off - Okay, Fring. É razoável que Melissa saiba que a situação política em Carcosa está um pouco instável. Ela, entretanto, não tem muito mais informações além disso.

...já o Saph provavelmente nem deve saber o que é a Cidadela Amarela.

Stephan, se o Malgath tiver Sleight of Hand, rola contra a DC do spot do Saph (16).


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 23 Set 2014, 14:51 
Guerreiro Orc
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
25 Jul 2012, 18:51

Mensagens:
345

Localização:
Brasília/DF
Do que diabo ela tá falando? tentava imaginar o padre, dando a resposta mais evasiva que podia inventar: "nóis, servus da Grande-Mãe, temu que cuidá do povo, independente do que aconteça nas cidades, e eu to aqui cuidando do povo, minha filha... e quanto a minha companhia," o padre se vira pro mateiro "juro que tentei achá uma mais bonita que isso..." encarando a mulher a sua frente, completa: "se ocê topá, troco ele rapidim por ocê" dando uma risada exagerada, o padre cumprimenta a matrona.
"ôoo sinhora... pode deixá que vô ajuda eles... e ocê num podia de me ajudá? Com um rango que tenha sobrado pra nóis?"
Virando-se ao casal, com uma expressão curiosa, questiona: "entom-se, qual o póbrema qui ôces precisa de minha ajuda? Bença? Exorcismamento*? ôces num tão com a 'praga do pântano' tão?"


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 23 Set 2014, 17:35 
Dragão Cobre
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
16 Fev 2003, 15:23

Mensagens:
2651

Localização:
Belo Horizonte - MG
Pela conversa do zingari, Melissa consegue ver que ele é um padre só na aparência. Na verdade, ele parece um epicurista, que mais se importa com as sensações da vida terrena, com mulheres e com comida do que com o lado espiritual da vida; e que, por qualquer motivo, usa sua bata para conseguir sobreviver e nada mais. Um simples charlatão. Mas charlatões podem ser perigosos, lembra Melissa.

Sem querer contar de onde veio e para onde vai, Melissa responde ao padre:

- Na verdade, acabamos de encontrar uns pantaneiros que nos deixaram esta carta. - Melissa mostra a carta ao zingari - A dona da estalagem disse que talvez você pudesse nos ajudar com ela - A jovem espiã olha para o padre descrente de que ele possa ajudá-la.

Para não parecer deseducada, ela completa:

- O que é essa praga do pântano?

_________________
"Deixa lá dizer Pascal que o homem é um caniço pensante. Não; é uma errata pensante, isso sim. Cada estação da vida é uma edição que corrige a anterior, e que será corrigida também, até a edição definitiva, que o editor dá de graça aos vermes."
- Memórias Póstumas de Brás Cubas


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 23 Set 2014, 20:05 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
off - Antes que perguntem, sim, o Saph sabe que a carta em questão -- o Algoz -- representa a morte.

E Fring, não é bronca, mas cuidado ao traçar a linha entre o que você sabe e o que Melissa sabe.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 23 Set 2014, 20:39 
Baalzebul, Lorde do Sétimo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
04 Dez 2002, 01:19

Mensagens:
5291

Localização:
S.Roque - SP
Sven tira os olhos da mesa e olha para Melissa:

- "Dizem que é uma doença que estraga a pessoa por dentro, tem gente que fala que viu, tem gente que fala conhece quem tem."

- "Mas ver mesmo... eu nunca vi."

Lentamente os olhos de Sven voltam para mesa e o mateiro continua com os braços cruzados e pernas esticadas por baixo da mesa.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 23 Set 2014, 20:43 
Dragão Cobre
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
16 Fev 2003, 15:23

Mensagens:
2651

Localização:
Belo Horizonte - MG
Off: mas eu acho que nem fui além do que ela sabe. Já que os personagens não rolam dados entre eles e que a Melissa é uma espiã (então, a princípio, uma pessoa perspicaz para perceber as características das pessoas) ia perceber que um padre que fica cantando mulheres acompanhadas, mendigando comida e fazendo gracejos falando mal do companheiro não é um padre tradicional. Mas isso foi uma suposição provável que a Melissa poderia fazer, se você achar que não cola, pode me falar.

_________________
"Deixa lá dizer Pascal que o homem é um caniço pensante. Não; é uma errata pensante, isso sim. Cada estação da vida é uma edição que corrige a anterior, e que será corrigida também, até a edição definitiva, que o editor dá de graça aos vermes."
- Memórias Póstumas de Brás Cubas


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 23 Set 2014, 22:29 
Guerreiro Orc
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
25 Jul 2012, 18:51

Mensagens:
345

Localização:
Brasília/DF
"pois é... como disse o meu amigo aqui.. é coisa braba... um curandeiro, um tal de véio Medula tem trabalho na cura...é o que dizem" solta despretensiosamente o padre, esperando para acompanhar a reação do casal.
"Agora... dessa carta... eu num preocuparia não... agora se quiser uma, posso fazer um ritual de proteção procês..." levantando um sorriso "lógico, desde que vocês dêem uma contribuição pra fé... "


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 24 Set 2014, 15:32 
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Avatar de usuário
Offline

Data de registro:
03 Fev 2003, 17:34

Mensagens:
5486

Localização:
Nova Prata - RS
[OFF]:

Siler, vou fazer o teste destreinado então.

Código:
Sleight of Hand
19+3(DEX)=22

_________________
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio


Voltar ao topo
 Perfil  
 
 Assunto do Tópico: Re: [Ato II] Periferia de Vaggio
MensagemEnviado: 24 Set 2014, 20:47 
Alhoon
Offline

Data de registro:
15 Out 2002, 00:22

Mensagens:
2322
Interrompendo o breve interlúdio entre os quatro viajantes, a velha atendente retorna para a mesa trazendo mais dois pratos com espigas de milho e algo que, visualmente, quase não passava por carne.

"Ocês tãum bem", ela diz para Malgath e Melissa antes de retornar para dentro do pequeno bar, "Reverendu Browntook tá aqui nas favela faz poucas semanas, mas ele é um homi bom".

off - tem erro não, Fring. Como eu disse, não estou reclamando, é só para manter isso em mente.

E Stephan, SoH é somente treinado. :/ Dessa forma, Saph reparou no movimento do espadachim.


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Organizar por  
Criar novo tópico Este tópico está trancado, você não pode editar mensagens ou enviar respostas.  [ 41 Mensagens ]  Ir para a página 1, 2, 3  Próximo

Todos os Horários estão como UTC - 3 horas [ DST ]


Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante


Você não pode criar novos tópicos neste fórum
Você não pode responder tópicos neste fórum
Você não pode editar suas mensagens neste fórum
Você não pode excluir suas mensagens neste fórum
Você não pode enviar anexos neste fórum

Procurar por:
Ir para:  
cron
Powered by phpBB © 2000, 2002, 2005, 2007 phpBB Group
Traduzido por phpBB Brasil