D&D 5th Edition

Discussão de assuntos off-topic.
irlanzin
Abishai Vermelho
Mensagens: 1461
Registrado em: 05 Fev 2007, 01:48
Localização: Rio de Janeiro

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por irlanzin » 03 Abr 2015, 10:21

Andei dando uma olhada na versão tapa olho do Player's handbook,cara achei o fighter muito escroto, sempre quando aperto na página do fighter cai na ficha do monge e nela aparece a progressão dele até o lvl 20 cheio de habilidades,uma chainmail como armadura pesada?!,que merda é essa?!

Enquanto ao deslocamento básico 30 pés no sistema métrico é quanto?
"Meus sinceros agradecimentos ao cavaleiro da Triste Figura e que a beleza de Dulcinéia del Toboso seja lembrada nos quatro cantos da Terra."
"Give a man a fish,you feed him for the day,teach a man how to fish and you feed him for a lifetime."-Provérbio chinês.
"If music is the food of love,play on."-William Shakespeare.

Silerleaf
Alhoon
Mensagens: 2322
Registrado em: 14 Out 2002, 23:22

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Silerleaf » 03 Abr 2015, 13:05

Quase certeza que a Devir converte 30ft. para 9m.

Avatar do usuário
Stephan
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Mensagens: 5486
Registrado em: 03 Fev 2003, 17:34
Localização: Nova Prata - RS
Contato:

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Stephan » 06 Abr 2015, 00:50

irlanzin escreveu:Andei dando uma olhada na versão tapa olho do Player's handbook,cara achei o fighter muito escroto, sempre quando aperto na página do fighter cai na ficha do monge e nela aparece a progressão dele até o lvl 20 cheio de habilidades,uma chainmail como armadura pesada?!,que merda é essa?!
jovem você está muito revoltado

Você já viu a build do Fighter? As inúmeras habilidades que ele pode escolher? SEM contar os caminhos marciais?
Enquanto ao deslocamento básico 30 pés no sistema métrico é quanto?
5 pés = 1,5m. Então 30 pés fica 9m.
"O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros."

"A única maneira de não cometer nenhum erro é não fazer nada. Este, no entanto, é certamente um dos maiores erros que se poderia cometer em toda uma existência."

"Não são as más ervas que sufocam o grão. É a negligência do cultivador."

- Confúcio

Avatar do usuário
Thiago1251
Mephit
Mensagens: 131
Registrado em: 16 Out 2015, 10:06
Localização: Florianópolis

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Thiago1251 » 22 Jun 2017, 13:22

Ressuscitando o tópico para não criar outro.

A galera aqui curte um RPG de mesa? Jogam presencial? Roll20?

Avatar do usuário
Racine
Xvart/Smurf
Mensagens: 25
Registrado em: 29 Mar 2017, 17:13

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Racine » 28 Jun 2017, 10:04

Thiago1251 escreveu:Ressuscitando o tópico para não criar outro.

A galera aqui curte um RPG de mesa? Jogam presencial? Roll20?
Curto. Mas sempre rola problema comigo na mesa porque faço personagens peculiares... Nem todo mundo tem maturidade para aceitar certas decisões do personagem.
"Houve um tempo em que eu era um homem e ela, uma mulher. Mas nosso amor cresceu, até não existir mais nem ela nem eu; Lembro-me apenas, vagamente, que antes éramos dois e que o amor, intrometendo-se, tornou-nos um só."

Avatar do usuário
Thiago1251
Mephit
Mensagens: 131
Registrado em: 16 Out 2015, 10:06
Localização: Florianópolis

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Thiago1251 » 28 Jun 2017, 13:57

Racine escreveu:
Thiago1251 escreveu:Ressuscitando o tópico para não criar outro.

A galera aqui curte um RPG de mesa? Jogam presencial? Roll20?
Curto. Mas sempre rola problema comigo na mesa porque faço personagens peculiares... Nem todo mundo tem maturidade para aceitar certas decisões do personagem.
O que seria uma personagem peculiar?

Avatar do usuário
Racine
Xvart/Smurf
Mensagens: 25
Registrado em: 29 Mar 2017, 17:13

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Racine » 28 Jun 2017, 16:16

Um personagem com medo de "dragões" por exemplo. Na bibliografia do personagem eu tinha dito que ele tinha medo de dragões. O mestre colocou um dragão de sacanagem no meio da campanha e eu sai correndo. Só que eu era o healer... KKKKKK! Então deu muito o que falar.

Além disso, já criei mago esquizofrênico, ladrão que rouba companheiros da party, dentre outros. Sempre da merda. Da merda inclusive quando escolho um paladino padrão. Vi um companheiro do grupo roubando e mandei ele devolver. Ele não me obedeceu eu obriguei até que entramos em combate. Me retiraram da mesa porque eu ataquei o companheiro de equipe... Mas antes de atacar eu disse que ou devolvia ou eu ia levar preso.

Enfim, ou eu sou realmente problemático, ou sempre estive em mesas ruins. Na verdade, só uma vez que eu joguei deu certo. Mas eu estava quase sendo um npc... Não participava de quase nada e só seguia ordens.
"Houve um tempo em que eu era um homem e ela, uma mulher. Mas nosso amor cresceu, até não existir mais nem ela nem eu; Lembro-me apenas, vagamente, que antes éramos dois e que o amor, intrometendo-se, tornou-nos um só."

Avatar do usuário
Thiago1251
Mephit
Mensagens: 131
Registrado em: 16 Out 2015, 10:06
Localização: Florianópolis

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Thiago1251 » 28 Jun 2017, 18:14

Racine escreveu:Um personagem com medo de "dragões" por exemplo. Na bibliografia do personagem eu tinha dito que ele tinha medo de dragões. O mestre colocou um dragão de sacanagem no meio da campanha e eu sai correndo. Só que eu era o healer... KKKKKK! Então deu muito o que falar.

Além disso, já criei mago esquizofrênico, ladrão que rouba companheiros da party, dentre outros. Sempre da merda. Da merda inclusive quando escolho um paladino padrão. Vi um companheiro do grupo roubando e mandei ele devolver. Ele não me obedeceu eu obriguei até que entramos em combate. Me retiraram da mesa porque eu ataquei o companheiro de equipe... Mas antes de atacar eu disse que ou devolvia ou eu ia levar preso.

Enfim, ou eu sou realmente problemático, ou sempre estive em mesas ruins. Na verdade, só uma vez que eu joguei deu certo. Mas eu estava quase sendo um npc... Não participava de quase nada e só seguia ordens.
Acho que você não pegou companheiros e/ou mestres bons.

Mas, claro, nunca é bom um ladino que rouba a party hahaha :lol:

Avatar do usuário
Racine
Xvart/Smurf
Mensagens: 25
Registrado em: 29 Mar 2017, 17:13

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Racine » 29 Jun 2017, 10:31

Thiago,

O pior é eu roubar sem ninguém ver e o jogador querer olhar minha mochila no dia posterior, porque viu eu "jogador" e não o personagem roubando. Na verdade acho dificílimo interpretar em mesa. Não é para qualquer um.

Lembro-me de uma vez que um mago com um valor elevado de inteligencia e sabedoria quis mentir para um demônio de mais de 3 mil anos. Eu quase caio da cadeira. Revirei os olhos e fiquei calado. Fiquei calado porque ia pegar mal um brutamonte saber disso enquanto o mago não. Tem que haver a separação do jogador e do personagem.

Não aceito o cara querer fazer um meio-orc com 8 de inteligencia e querer falar inglês, francês e as porra. Entende? O mestre que tem que vedar este tipo de conduta.
"Houve um tempo em que eu era um homem e ela, uma mulher. Mas nosso amor cresceu, até não existir mais nem ela nem eu; Lembro-me apenas, vagamente, que antes éramos dois e que o amor, intrometendo-se, tornou-nos um só."

Avatar do usuário
Thiago1251
Mephit
Mensagens: 131
Registrado em: 16 Out 2015, 10:06
Localização: Florianópolis

Re: D&D 5th Edition

Mensagem por Thiago1251 » 29 Jun 2017, 22:23

Racine escreveu:Thiago,

O pior é eu roubar sem ninguém ver e o jogador querer olhar minha mochila no dia posterior, porque viu eu "jogador" e não o personagem roubando. Na verdade acho dificílimo interpretar em mesa. Não é para qualquer um.

Lembro-me de uma vez que um mago com um valor elevado de inteligencia e sabedoria quis mentir para um demônio de mais de 3 mil anos. Eu quase caio da cadeira. Revirei os olhos e fiquei calado. Fiquei calado porque ia pegar mal um brutamonte saber disso enquanto o mago não. Tem que haver a separação do jogador e do personagem.

Não aceito o cara querer fazer um meio-orc com 8 de inteligencia e querer falar inglês, francês e as porra. Entende? O mestre que tem que vedar este tipo de conduta.
Isso é um problema mesmo. Confesso que já fiz algo parecido, mas o mestre não repreendeu.

As pessoas tem realmente problemas (talvez eu me inclua em parte aqui) de não distinguir completamente o personagem do ser que o controla. Jogadas inteligentes por alguém com baixo intelecto é algo estranho mesmo. Não sei se a culpa é mais do mestre ou do jogador, mas deve haver bom senso de ambos.

Responder