Andressa

Após baixas e escolhas improváveis os aventureiros conseguiram entregar os ossos do filho do Rei Gigante. Mas a aventura de fato terminou?
Avatar do usuário
Neal de Guzzon
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Mensagens: 5349
Registrado em: 04 Dez 2002, 01:19
Localização: S.Roque - SP
Contato:

Andressa

Mensagem por Neal de Guzzon » 30 Ago 2019, 07:30

Tópico para narrativa com Andressa
Imagem

Avatar do usuário
Neal de Guzzon
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Mensagens: 5349
Registrado em: 04 Dez 2002, 01:19
Localização: S.Roque - SP
Contato:

Re: Andressa

Mensagem por Neal de Guzzon » 05 Set 2019, 08:07

Bilhete recebido pela Andressa no primeiro ano após o incidente
Anexos
bilhete andressa.jpeg
bilhete andressa.jpeg (109.31 KiB) Exibido 316 vezes
Imagem

Avatar do usuário
Neal de Guzzon
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Mensagens: 5349
Registrado em: 04 Dez 2002, 01:19
Localização: S.Roque - SP
Contato:

Re: Andressa

Mensagem por Neal de Guzzon » 05 Set 2019, 09:52

Após término do incidente, Andressa aceita partilhar uma refeição com Bayer, afinal os débitos haviam sido quitados e aquilo selaria o final da missão e ainda havia a esperança que enquanto comesse Bayer não falasse.

Após se despedir de Bayer e Baz sem muitas cerimonias Andressa retorna para Guilda para dar o relato do ocorrido e se retira para ponderar sobre todo o ocorrido.

A experiência de enfrentar Amodrom havia ensinado a Andressa algumas lições importantes, e a principal é que os objetivos sempre devem ser postos em primeiro lugar. E um novo objetivo se formava em sua mente, e as constantes solicitações de trabalhos menores só estavam atrapalhando a construção deste objetivo. Tendo em vista isso, Andressa pede um afastamento temporário da sociedade das sombras e vai em busca de Abur Ka Motrak. Um anão com mais de 150 anos, ferreiro, armeiro e mago muito referenciado nos círculos das sombras.

Após uma longa viagem até Tref Hearn, Andressa encontra o mestre anão em seu salão, com ele haviam no mínimo 20 armeiros experientes e talvez mais de uma centena de ajudantes. Mas algumas armas eram feitas somente por Abur Ka Motrak. E o equipamento que Andressa queria seria um destes casos, além de colocar sua lança para avaliação do anão e entender suas qualidades.

Após alguns meses junto a Abur Ka Motrak, Andressa tem finalmente seus novos equipamentos, o conhecimento do uso de sua lança e treino para usa-la de forma mortal e o acesso a pequena biblioteca do anão ainda a ajudou e estruturar seus planos.

Após isso e completamente quase um ano da data final do incidente Andressa ruma para a cidade de Caer Rhudd onde pretende se estabelecer, adquirindo alguns imóveis. Até receber uma carta do império Tuanna.
Imagem

Avatar do usuário
Neal de Guzzon
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Mensagens: 5349
Registrado em: 04 Dez 2002, 01:19
Localização: S.Roque - SP
Contato:

Re: Andressa

Mensagem por Neal de Guzzon » 05 Set 2019, 23:48

De
Caranthir
Para
Andressa

Cara Andressa, passados tanto tempo me recuperando de ferimentos ocasionados dos eventos que outrora passamos juntos, informo que utilizei desse tempo para observar os sobreviventes da nossa empreitada e fico feliz que todos os três acabaram por lograr êxito na empreitada e assim gozarem de uma estabilidade financeira.
De alguma forma, refleti neste tempo e concluí que fiz parte por muito tempo da empreitada, ou seja, contribuindo para que ela fosse concluída, o que me faz ter direito a minha parte no tesouro recebido pelo “grupo”.
És uma mulher inteligente, e tenho certeza que logo poderemos entrar num acordo, de uma forma que seja benéfico para ambos os lados.
Como não morri na empreitada, estou exigindo o direito à minha parte.

Minhas saudações
Caranthir

P.S: Deixei o chá esquentando.
Imagem

Avatar do usuário
Neal de Guzzon
Mefistófeles, Lorde do Oitavo
Mensagens: 5349
Registrado em: 04 Dez 2002, 01:19
Localização: S.Roque - SP
Contato:

Re: Andressa

Mensagem por Neal de Guzzon » 06 Set 2019, 00:00

Após retornar de Tref Hearn, Andressa tinha em mãos a organização de suas metas pessoais, uma solicitação de trabalho de alguem importante e uma carta de um enfadonho conhecido de tempos atrás, obviamente pedindo esmolas.

Mas Andressa não tinha apego a moedas, isso era somente um caminho para o objetivo final, então um punhado de moedas não mudariam sua vida, e sado disso opta por responder a Caranthir

"Caranthir

Entendo sua frustração em não ter finalizado a missão até o final, e também entendo que de alguma forma sua presença pode ter auxilado de alguma forma a conclusão desta empreitada.

Sendo assim, concordo em lhe entregar a parte que eu acredito que lhe seja pertinente. Mas irei faze-lo após entrar em contato com Bayer e Baz e convence-los a fazer o mesmo.

A.
"

Sabendo que a tarefa que havia dado a Caranthir deveria lhe tomar tempo o suficiente, Andressa organiza a compra dos imóveis em Caer Rhudd para iniciar seu posto principal. E começa a enviar negociadores para Urza, Brach e Murias para criar seus postos avançados.

E sabendo que não deveria deixar os lords de Tuanna esperando, parte para encontra-los.
Imagem

Responder